Por que realizar troca de ar no ambiente?

Sumário

São vários os benefícios que podem ser alcançados quando seu ambiente possui um sistema de troca de ar eficiente, como Saúde, bem-estar e produtividade.

Este assunto é muito importante, principalmente quando falamos de ambientes fechados, com um certo fluxo de pessoas, pois neles o ar é respirado várias vezes, promovendo um aumento na quantidade de gás carbônico e diminuição do oxigênio, causando sonolência e dores de cabeça.

Outra grande preocupação quando o assunto é a realização de troca de ar, é a disseminação de vírus e bactérias.

Quer entender melhor o porque que devemos nos atentar com a realização de troca de ar nos ambientes?

Basta acompanhar este artigo!

Ambientes com trocas de ar eficiente é sinônimo de saúde!

Assim como já descrevemos acima, um ambiente que não possui trocas de ar eficiente, oferece um risco altíssimo de se contrair uma série de doenças respiratórias.

Ainda mais se estivermos falando de um local que possua um nível elevado de frequentadores, como indústrias ou comércios.

Por conta destes ambientes possuírem um elevado número de pessoas respirando o mesmo ar, a liberação de gás carbônico ficará extremamente alta, acompanhada da diminuição do oxigênio existente no local, causando sonolência e dores de cabeça para todos que frequentem o ambiente.

Outros problemas que podem ser acarretados devido a ausência de troca de ar nos ambientes são: mau cheiro e doenças virais.

Como garantir a troca de ar no ambiente?

Muitas pessoas investem por conta própria em vários tipos de equipamentos de ventilação, se preocupando somente com a refrigeração do lugar.

Porém, equipamentos de ventilação instalados de qualquer modo, sem o planejamento de um especialista, podem piorar a situação, deixando o ambiente com o ar seco, e não garantindo a renovação do ar local.

Certifique-se de procurar por especialistas que possuam know-how e que tenham como prioridade manter o ar saudável e renovado.

Doenças respiratórias causadas pela falta de troca de ar ambiente

A principais doenças respiratórias causadas em ambientes que não possuam a troca de ar devida são:

  • Rinite Ocupacional;
  • Sinusite;
  • Bronquite;
  • Asma.

Conheça o cálculo de troca de ar

O cálculo de troca de ar serve para identificar qual a taxa troca de ar por hora que deve ocorrer conforme as características de ambiente. Desde ar condicionado, passando por climatizador industrial até o uso de recursos de ventilação natural, é fundamental que as empresas tenham conhecimento sobre estes valores e sigam as normativas.

O cálculo de troca de ar se dá pela fórmula: T = Q/V, onde Q é a vazão em metros cúbicos por segundo, V o volume em metros cúbicos e T a taxa de troca de ar. Em outras palavras, a taxa de troca de ar está associada ao número de vezes que um determinado volume de ar é totalmente renovado em um dado intervalo de tempo.

Importante mapear que a taxa é indicada em trocas por hora, ou seja, o número de vezes que o volume de ar de um ambiente é inteiramente trocado a cada hora. Esse é o parâmetro mais importante para calcular as aberturas necessárias em um projeto de ventilação natural. Além disso, somente com uma taxa de renovação ideal é possível manter o conforto térmico e a qualidade do ar em ambientes internos.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp