A busca do Conforto Térmico Industrial

Já entrou em um ambiente fechado e notou que a temperatura interna deste local estava mais elevada que a externa?
Sumário
conforto térmico industrial

Na maioria das vezes isso é atribuído devido as características construtivas do ambiente que em seu planejamento de construção, não considerou maneiras de alcançar conforto térmico, colaborando com um ambiente totalmente fora das regulamentações e que colocará seus funcionários a situações degradantes.

A TECVENT® desenvolve, instala e presta manutenção em equipamentos de ventilação industrial que ajudam a resolver os problemas de conforto térmico na indústria ou em grandes áreas fechadas.

Apesar do homem moderno ter um sistema de refrigeração desenvolvido naturalmente ao longo do processo evolutivo chamado transpiração; algumas pessoas passam boa parte do dia expostas a fontes de calor mais altas do que a temperatura ambiente.

No ambiente de trabalho industrial a temperatura pode se elevar a vários graus acima da temperatura ambiente, neste caso o sistema de ventilação industrial desempenha o papel da troca do ar no ambiente e consequentemente colabora com o conforto térmico.

A troca do ar nos ambientes de trabalho colaboram para a dissipação do calor pelo organismo através da pele.

O que é conforto térmico? 

Conforto térmico é uma condição mental expressada pela sensação de bem-estar de acordo com a temperatura do ambiente e também do calor produzido pelo corpo.

A pele é o maior órgão do corpo humano e um dos mais importantes. Através da sensibilidade da nossa pele que percebemos as condições do ambiente, e é através dela que chegam ao cérebro as instruções para a regulagem da temperatura com o suor.

conforto térmico na pele humana

Estão envolvidos no conforto térmico:

O metabolismo, a temperatura da pele e a roupa que a pessoa usa, a temperatura do ar, a umidade relativa, a temperatura dos elementos envolvidos no local e a velocidade do ar.

No meio industrial, o conforto térmico depende das características da construção do ambiente (tipo de cobertura, índice de absorção da radiação solar, quantidade de ventilação, posicionamento das paredes, etc.), dos elementos presentes na indústria (máquinas que liberam calor, presença de poeira, baixa umidade do ar, etc.), do uniforme usados pelos funcionários e também das condições de cada pessoa, como idade, sexo, metabolismo, entre outros.

Problemas comuns causados pelo desconforto térmico

É de extrema importância a busca pelo conforto térmico dentro da indústria, por meio dela se consegue evitar que seus trabalhadores estejam em situações insalubres e também promover meios de aumentar a produtividade, reduzindo os problemas de saúde que podem ser ocasionados pela exposição prolongada em um ambiente hostil.

Na maior parte do Brasil, o principal problema são as altas temperaturas, principalmente no verão, que podem castigar inúmeros trabalhadores. Além disso, a baixa umidade em alguns galpões industriais também pode preocupar.

Nessas condições, os trabalhadores estão mais expostos a alguns problemas de saúde, como:

Esgotamento físico e mental 

Causado pela perda de líquido e transpiração, levando a um quadro de desidratação. Outros sintomas incluem: fadiga, náusea, dor de cabeça, debilidade, pele fria e pegajosa, palidez e até desmaio.

Câimbras

Quando o volume de água perdido na transpiração é maior que o volume ingerido.

Problemas respiratórios

Principalmente nos ambientes com baixa umidade do ar que apresentam poeira ou outras partículas suspensas no ar, causando irritação nas vias aéreas, facilitando a entrada de bactérias e vírus que podem ser responsáveis por dores de garganta, dificuldades respiratórias, asma, pneumonia, bronquite, entre outros.

Conjuntivite

É causado pela baixa umidade no ambiente que interfere na formação do filme lacrimal, responsável por lubrificar nossos olhos. Quando a umidade é baixa, o filme lacrimal não se forma adequadamente, o que pode levar a uma falta de proteção nos olhos, facilitando para que bactérias e vírus invasores causem doenças.

Todos os problemas mencionados acima impactam diretamente na produtividade, contribuem com um alto número de afastamentos ou faltas, aumenta o número de acidentes, alto turn-over, dificuldades em atingir metas, dispersão e dificuldade de concentração, aumento de paradas no meio do turno e outros mais.

Como melhorar o conforto térmico na indústria

Algumas vezes, apenas modificações simples na sua construção já são o suficiente para trazerem bons resultados, como melhora na ventilação natural, troca do material da telha, uma pintura mais clara, entre outros.

Porém, na maior parte das vezes pode ser necessário contar com algumas soluções de ventilação. Aqui vamos abordar os mais usados.

Exaustores de Ar

exaustor de ar industrial com domus

Desenvolvidos para captar o ar interno e jogá-lo para fora, os exaustores promovem a renovação do ar em grandes áreas de forma rápida e constante, também auxiliando em processos de retirada de resíduos como pó e fumaça em geral do ar.

Insufladores de Ar

insuflador de ar com caixa filtro octogonal

Desenvolvidos para captar o ar externo e injetá-lo no ambiente, os insufladores são essenciais para promover o conforto e bem-estar de maneira rápida e eficiente.

Saídas de Ar Naturais – Lanternim 

Funcionamento Air Lux saída de ar natural tecvent

Estudadas para se obter a melhor condição de ventilação natural e levando em conta as necessidades específicas do layout do ambiente, a TECVENT possui soluções únicas para a circulação do ar natural.

Qual a importância do conforto térmico?

A falta de preocupação com o conforto térmico pode trazer para seus funcionários e ao seu negócio processos trabalhistas, multas e outros problemas mais graves perante a justiça.

De acordo com a NR 15 anexo III, um trabalhador somente pode realizar uma atividade pesada e contínua se a temperatura for de até 25°C naquele local. Porém, atenção, porque esses 25°C se configuram em um índice alcançado por meio de uma medição técnica que considera outros fatores além da temperatura local, por isso o resultado não é igual ao de um termômetro comum e dependendo do ambiente, pode ser mais baixo.

A umidade do ar também é regulamentada pela mesma NR e deve ser entre 50% e 70%.

Se houver paradas para descanso no meio do turno, essa tolerância pode ser um pouco maior. Contudo, nenhuma atividade pode ser realizada caso a temperatura técnica ultrapasse os 32,2°C (o que chega em torno dos 40°C no termômetro comum).

Isso significa que, ao atingir essa temperatura, a produção deve ser paralisada porque pode colocar em risco a saúde dos trabalhadores. Caso essa situação seja denunciada ao sindicato responsável, o mesmo pode solicitar uma averiguação do ministério do trabalho, resultando em multas, processos e outras questões judiciais.

Conte com especialistas em conforto térmico

Os projetos TecVent tem o objetivo de gerar o conforto térmico industrial necessário aos colaboradores através da renovação constante do ar e da descontaminação das áreas poluídas, evitando desgaste precoce dos equipamentos e auxiliando no bem estar e qualidade de vida das pessoas que ali trabalham. 

A empresa logo percebe o aumento da produtividade e a diminuição dos custos, diminuição do absenteísmo na equipe de produção causados por doenças respiratórias ou alérgicas.

Para resolver toda essa situação, é muito importante contar com especialistas e antes de tomar qualquer medida, consulte quem é referência nacional no desenvolvimento e fabricação de equipamentos para ventilação industrial e exaustão.

Entre em contato com o nosso departamento técnico e agende uma visita para avaliação das condições dos sistemas de ventilação da sua empresa.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp