Sistema de ventilação industrial: como melhorar o IBUTG?

Sistema de ventilação industrial são capaz de melhorar o ambiente térmico e o IBUTG da sua empresa. No entanto, que equipamentos instalar?
Sumário

Em tempos de alta competitividade no mercado, práticas de melhoria contínua são uma necessidade para manutenção de um negócio. Com efeitos, toda empresa deve buscar formas de incrementar sua capacidade produtiva ao “fazer mais com o mesmo”. É nesse contexto que se insere o sistema de ventilação industrial.

Que equipamentos melhoram o IBUTG?
Sistema de ventilação industrial: como garantir um melhor IBUTG

Esse equipamento trata-se de um investimento direto no incremento da capacidade produtiva de uma indústria. Quando bem dimensionado, esse sistema permite o controle do IBUTG. A sigla é uma unidade de medida que representa o stress térmico de um ambiente. Mantendo-o em níveis adequados, rende-se mais.

No entanto, para ter uma melhoria efetiva, é necessário saber que equipamentos de ventilação promovem o IBUTG. Dessa forma, é essa a pergunta que será tema deste artigo. Apresentaremos, pois, que equipamentos melhoram o IBUTG e as vantagens de possuir um sistema de ventilação industrial eficiente.

Portanto, se você se interessa por esse assunto, permaneça conosco neste artigo.

Sistema de ventilação industrial: quais equipamentos de ventilação industrial promovem IBUTG?

No período da segunda revolução industrial, assistimos à aplicação do conhecimento acadêmico em prol da melhoria do chão de fábrica. Dessa forma, foram desenvolvidas muitas técnicas que impulsionaram os níveis de produção a padrões jamais vistos.

Sem dúvida, o exemplo mais emblemático foi a implementação dos conceitos de Frederick Taylor. O engenheiro revolucionou a indústria ao oferecer as bases conceituais para a criação do modelo de produção Fordista. Antes, os carros da Ford eram produzidos em um ritmo baixo e volume anual muito pequenos.

Após a implementação desse modelo, o número de veículos anuais saltou para algo em torno de 2 milhões de unidades. Com efeito, em anos anteriores essa quantidade era impensável. Além de aumentar o volume da produção, o saber acadêmico também se ocupou de pensar no trabalhador industrial. Muito mais tarde, na década de 1930, outros cientistas se propuseram a estudar o efeito da sensação térmica nos trabalhadores. De forma resumida, descobriu-se que esse fator tem grande impacto sobre a produtividade. Além disso, uma das formas de definir um patamar ótimo de sensação térmica é por meio do IBUTG.

sistema de ventilação industrial: como garantir um melhor IBUTG
Como o ambiente pode interferir na produtividade dos funcionários?

Inclusive, em nosso blog, temos um artigo que explica detalhadamente o que é essa unidade de medida. Para conferi-lo, basta clicar aqui.

É nesse cenário que surge o sistema de ventilação industrial. Esse é um conjunto de equipamentos e tubulações que visam melhorar as condições térmicas de um ambiente. Assim, por meio de ventilação mecânica ou natural, dissipa-se o calor de uma área.

Dessa forma, esse sistema dá a capacidade de controlar a sensação térmica de um local. O que, em última análise, permite a adequação do stress térmico a um nível ótimo. Desse modo, é possível reduzir drasticamente os prejuízos à produtividade de trabalhadores e máquinas em um galpão industrial, por exemplo.

Como garantir, porém, esse efeito?

Sistema de ventilação industrial: equipamentos de ventilação que beneficiam o IBUTG

Primeiramente, é importante dizer que não há uma resposta exata e geral para esse tipo de pergunta. Com efeito, cada indústria possui uma dinâmica de trabalho e um mapa fabril específico. Dessa forma, as demandas por ventilação também são específicas de cada ambiente.

Dessa forma, antes de instalar túneis de vento, exaustores e ventiladores, é necessário um estudo técnico profundo de cada caso. Assim, será possível identificar, por exemplo, fontes de calor e as regiões de stress térmico crítico que precisam de atenção.

Após esse primeiro levantamento, deve ser feito um esboço de projeto. Nesse desenho inicial, são empregados conhecimentos de condução de calor e selecionados os equipamentos que serão utilizados. Nessa etapa, a experiência dos técnicos que estão desenvolvendo o estudo conta muito para o resultado final.

Por fim, o projeto para uma revisão e apreciação final até ser aprovado e instalado. É muito importante dizer que todas as etapas devem ser acompanhadas por profissionais técnicos. Dessa forma, é fundamental contar com engenheiros e técnicos. Essa é uma garantirá que o trabalho terá resultado real.

Ainda na fase de projeto, é definido o nível de IBUTG esperado após a instalação de acordo com as normas técnicas. Como o cálculo dessa grandeza depende também de condições climáticas imprevisíveis, estabelece-se, então, um valor mínimo e máximo desejado.

Agora que você já conhece como funciona um projeto de sistema de ventilação industrial, veja equipamentos que podem ser utilizados. Com efeito, apresentaremos dois tipos que, reconhecidamente, apresentam ótimos resultados quando se trata de redução de IBUTG. Assim, vamos a eles:

Insuflador

Trata-se de um equipamento responsável pela renovação do ar em um ambiente. Desse modo, sua função é renovar o ar de ambientes internos. Para tanto, por meio de ventiladores e tubulações, o equipamento capta o ar externo e o transmite para ambientes internos.

como os insufladores funcionam
Conheça como funcionam os insufladores e como eles melhoram o IBUTG.

Assim, há um ganho em condição térmica, dispersão de toxinas e renovação do gás oxigênio no espaço. Por meio da troca de ar, o nível de IBUTG é reduzido. Normalmente, esse equipamento é acionado paralelamente a um outro dispositivo: os exaustores.

Exaustores

Esse equipamento, por sua vez, executa a função oposta ao insuflador. Com efeito, o exaustor apreende o ar interno e o conduz ao ambiente externo. De maneira semelhante, o exaustor só promove benefícios ao IBUTG e à produtividade dos funcionários.

como os exaustores funcionam
Como os exaustores garantem um melhor IBUTG para a sua empresa?

Quando acionados associadamente, esses equipamentos promovem uma corrente de ar mecânica. Assim, o ambiente apresenta uma redução de estresse térmico ainda mais efetiva. No entanto, só um profissional pode indicar quais e quantos equipamentos devem ser instalados.

Agora, você já conhece o funcionamento de dois equipamentos muito comuns em sistemas de ventilação industrial. Por fim, entenda como executar um projeto como esse em sua empresa:

Como melhorar o IBUTG da minha empresa e ter ganhos em produtividade?

Se você leu este artigo até aqui, já sabe a importância de ter um sistema de ventilação industrial para o seu negócio. Assim, mais que um mero cumprimento da lei, instalá-lo é investir em produtividade e competitividade.

No entanto, não é possível ter esse tipo de resultado sem um estudo técnico sério, executado por quem tem experiência no mercado. É justamente esse o serviço que Tecvent oferece. Executamos um planejamento personalizado com ganhos reais e mensuráveis em stress térmico e produtividade.

Quer conhecer nossos serviços? Converse sem compromisso com um dos nossos representantes clicando no botão abaixo:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp