Exaustor Eólico x Lanternim! Qual é o melhor?

É muito comum ter dúvidas entre saída de ar natural e eólica, por isso separamos pontos importantes sobre a ventilação industrial de cada um. Confira!
Sumário

A saída de ar natural contribui para o deslocamento de ar através do edifício industrial, o ar entra pelas portas e janelas e é direcionado para cima. Projetos de Arquitetura Industrial preveem como quesito obrigatório o fluxo natural de ar no edifício para que o conforto térmico seja mantido durante o horário de trabalho.

Durante o dia o edifício recebe a incidência de luz do sol, se não há no local um sistema de saída de ar natural ou de ventilação industrial o ambiente acaba acumulando ar contaminado com detritos sólidos (particulado), poluentes e ar quente; dificultando a permanência no local.

Essas condições vão diretamente contra a produção na indústria. Trabalhadores e operadores de maquinas deixam de produzir devido ao desconforto causado pelo nível inadequado de oxigênio e pelo suor que não evapora devido a falta de deslocamento do ar.

Todo ambiente habitado por pessoas necessita de ventilação. Nossa respiração produz dióxido de carbono e carrega vírus e bactérias. Espaços deficientemente ventilados contribuem para o desconforto e podem tornar o ambiente intolerável.

Do ponto de vista industrial, a saída de ar natural traz mais vantagens do que o uso do equipamento eólico.

7 bons motivos para a instalação de saídas de ar natural e lanterins:

Funcionamento Air Lux saída de ar natural tecvent - ventilação industrial
Funcionamento Air Lux – a evolução da saída de ar natural

Iluminação Natural com filtro de raios ultravioleta;

O Lanternim Air Lux é uma saída de ar natural que conta com proteção de raios ultravioleta, seu domus reflete os raios UV e deixa passar apenas a luz natural branca evitando danos à saúde dos colaboradores que operarem abaixo do equipamento.

Economia de energia diminui o uso de lâmpadas para a iluminação do ambiente;

Através de seu domus translucido, o lanternim proporciona economia com iluminação natural branca, além disso, o equipamento é sustentável, não consumindo energia elétrica para realizar a exaustão do ar quente represado dentro do ambiente.

Alta resistência mecânica ao impacto;

As saídas de ar natural e os lanternins possuem em seu domus alta resistência a impacto a granizo e outras inferenciais que possam ocorrer.

Elevada resistência a corrosão

Os equipamentos possuem alta resistência a materiais corrosivos devido ao seu material de fabricação – PRFV (Polímero reforçado em fibra de vidro).

Vida útil acima de 30 anos

As saídas de ar natural e o Lanternim possuem vida útil acima de 30 anos, porém é necessário periodicamente realizar manutenções preventivas e a limpeza do equipamento, mantendo seu desempenho sempre nas melhores condições.

Facilidade de reinstalação em futuras instalações

O lanternim Air Lux pode ser realocado quando necessário em outros telhados devido a sua configuração de fabricação. A telha base do equipamento possuí perfil de telha único, ou seja, pode ser instalado na maioria dos telhados industriais, com exceção de telhados galvanizados, curvos e alto portantes.

Retirada de calor do ambiente causado pelo processo produtivo.

Através de sua maior abertura que os lanternins convencionais, o Lanternim Air Lux permite maior passagem de ar quente represado no ambiente que ficam localizado próximos ao telhado.

Principais problemas do exaustor eólico:

Manutenção dos rolamentos do exaustor eólico

Manutenção dos rolamentos do exaustores eólicos

Deformação nas aletas pela força radial e axial (alta rotação) e desprendimento do globo no eixo causando sua descida ao nível do telhado (rotação zero).

Deterioração das aletas do exaustor eólico

Deterioração das aletas dos exaustores eólicos

Pela fadiga do alumínio e desgaste dos rolamentos e mancais, alta emissão de ruído no interior do ambiente.

Fadiga do eixo de rotação do exaustor eólico

Fadiga do eixo de rotação do exaustor eólico

Em razão do globo estar fixado somente ao eixo do equipamento. Há fadiga e tombamento lateral ocasionado por ventos fortes, ocorrendo ocasionalmente riscos de acidentes (queda total).

Custo benefício de um lanternim em relação ao exaustor eólico:

A relação custo x benefício dos equipamentos TECVENT® é muito superior a dos equipamentos eólicos.

  • A saída de ar natural e o lanternim funcionam sem motor elétrico, sem peças moveis e tem dupla funcionalidade: passagem de ar quente e iluminação natural do ambiente.
  • E três vezes mais eficiente e sua durabilidade é incomparável a qualquer equipamento eólico;
  • Devido a sua construção, o lanternim possui maior área livre de passagem do ar quente acumulado no telhado, aliviando a temperatura interna e melhorando as condições de ventilação naturalmente.
  • Funcionamento constante, fazendo com que a renovação do ar seja permanente.
  • Remove o ar quente sem a necessidade de força do vento, sem manutenção, sem consumir energia e sem produzir ruído.
  • Equipamento totalmente construído em fibra de vidro e leve, não sobrecarrega o telhado, tendo grande durabilidade e resistência mecânica contra intempéries.
  • Fácil instalação, bastando a retirada de uma telha, é adaptável a qualquer tipo de telhado, independente do perfil da telha.
  • A eficiência de um lanternim ou saída de ar natural em área de passagem de ar equivale a 9,7 exaustores eólicos.
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp