Ventilação Industrial melhora a produtividade na Indústria

Sumário

Estudos comprovam que os projetos de ventilação industrial impactam positivamente na produtividade das empresas. Métodos vêm sendo desenvolvidos para calcular os efeitos causados pelo calor excessivo sobre os trabalhadores na indústria.

Calor associado a redução da produtividade na indústria.

Literatura e estudos de caso apontam alguns fatores relevantes sobre a redução da produtividade na indústria:

  • A 32°C a produtividade diminui 35% nas duas análises;
  • Na hipótese mais conservadora, a produtividade cai pela metade a 35°C;
  • Na melhor situação, a produtividade cai a partir de 27°C;

Um estudo de perdas de produtividade por excesso de calor analisadas pela NASA (report CR-1205-1) conclui por ex. quando a temperatura da área de trabalho atinge 30°C a produtividade cai cerca de 20% e há um aumento de 75% na frequência de erros.

No Brasil a NR 15 anexo III trata de Limites de Tolerância para a Exposição ao Calor de um colaborador dentro de uma indústria, com a temperatura média em IBUTG e o tempo de trabalho e descanso que os trabalhadores podem ficar em um determinado ambiente.

Problemas de saúde causado pelo calor

Diversos fatores podem causar o desconforto térmico dos colaboradores em um setor industrial, como: a temperatura, umidade do ar, a radiação de calor das superfícies e até a velocidade do ar dentro do ambiente.

Entretanto, outros fatores pessoais também afetam o desempenho dos funcionários, como a idade, o peso e as condições de saúde.

O contato do corpo com altas temperaturas aumentam a circulação do sangue, fazendo com que a temperatura corporal aumente e cause problemas de saúde do colaborador.

Insolação

É um dos problemas mais sérios que pode afetar a saúde do trabalhador, é causado quando a temperatura corporal ultrapassa os 40ºC, fazendo com que o mecanismo de transpiração falhe e o corpo não consiga se resfriar.

Os sinais da insolação são: dor de cabeça, tontura, náuseas, pele quente e seca (sem suor), pulso rápido, temperatura do corpo elevada, distúrbios visuais, confusão.

Exaustão

A exaustão pelo calor é uma perda excessiva de de sais e líquidos devido ao calor, dando lugar a uma diminuição do volume de sangue, provocando muitos sintomas, entre os quais o desmaio e o colapso.

Os sintomas de exaustão pelo calor são: tontura, fraqueza, fadiga, dor de cabeça, visão embaçada, dores musculares, náuseas, vômitos. 

Câimbras

As câimbras causadas pelo calor são um tipo de distúrbio pelo calor que tende a ocorrer em pessoas saudáveis que são ativas no calor.

Pessoas que realizam trabalhos manuais em ambientes quentes, como funcionários em salas de máquinas ou fornos, trabalhadores em metalurgica, e nos telhados.

Desmaios

Perda repentina da consciência causado pela exposição ao calor do ambiente. A pessoa fica sem movimento e enfraquecida e, geralmente, fica com as pernas e braços frios, pulso fraco e respiração superficial.

ventilação industrial e produtividade da fábrica
Ventilação industrial e produtividade da fábrica

Melhorar a produtividade e o conforto térmico com a ventilação industrial

A ventilação industrial atua de várias maneiras para tornar o ambiente de trabalho na indústria mais agradável melhorando a qualidade de vida dos trabalhadores e consequentemente a produtividade:

  • Conforto térmico através de ventilação sensitiva (ar fresco, limpo e renovado).
  • Renovação do ar quente e contaminado dentro do ambiente;
  • Pressurização, diluindo calor e contaminantes;
  • Ventilação de ar fresco e limpo com controle de direcionamento do ar, sem influenciar no processo produtivo.
  • Controle e regulagem das aletas das grelhas, é possível ter um alcance de 08 a 10 metros de raio ao redor de todo o difusor, ou seja, beneficiar um diâmetro de 20 metros em 360º.

Custos relacionados ao calor devido a baixa produtividade 

Uma Indústria com 100 funcionários, salário médio (inclusive encargos) de R$ 980,00 . A temperatura aparente interna mantém-se acima de 27°C em 180 dias por ano causando 20% de redução da produtividade, o custo adicional anual equivale a R$ 147.000,00.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp